segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Exposições no RJ - passeio cultural da semana

Pois é ...


Este é o meu recorte de exposições no "Rio" que valem muito a pena este mês. Tô indo esta semana conferir. Tá acontecendo muita coisa, mas tenho que escolher algumas ... não posso ir em todas.


Começando com o CCBB temos:
Exposição Islã - 12 de outubro a 26 de dezembro


Par de tamancos sírios do início do século XX: usado pelas mulheres no banho, para afastar os pés da água suja.


A mostra reúne cerca de 350 peças que contam 1400 anos da história das nações do mundo islâmico. 

Acervos do Museu Nacional de Damasco, Museu Alepo e Palácio Azem, todos da Síria. Do Irã, virão peças do Museu Nacional de Teerã e da Turquia, obras contemporâneas de artistas argelinos, egípcios, iranianos, palestinos, marroquinos, turcos e iraquianos.




No MNBA temos:
Coleção Brasiliana Itaú  - 17 de setembro a 21 de novembro de 2010


La Siesta, 1850
Rugendas

A mostra, realizada pelo Itaú Cultural, reúne mais de 300 itens ligados à história do Brasil e expõe, pela primeira vez, a obra Souvenir de Rio de Janeiro, de Debret, Rugendas, Barat e Araújo Porto Alegre. Este trabalho, considerado único na iconografia brasileira, é a mais recente aquisição do acervo do Itaú.


O MNBA recebe a exposição Coleção Brasiliana Itaú, com mais de 300 peças – entre pinturas, aquarelas, desenhos, gravuras, mapas e livros – ligadas à história do Brasil.  Fonte: http://www.nossadica.com


No Paço Imperial e Casa França Brasil temos:
Hélio Oiticica – Museu é o Mundo - 11 de setembro a 21 de novembro


NC1 - Pequeno núcleo nº 1, 1960
Resina sintética sobre madeira , 1,21 m2
Coleção César e Cláudio Oiticica, Rio de Janeiro
Foto: Edouard Fraipont / Imagem cedida pelo Itaú Cultural

Maior retrospectiva já realizada sobre a produção de Hélio Oiticica (1937-1980), exibindo cerca de 100 obras. Organizada pelos curadores Cesar Oiticica Filho e Fernando Cocchiarale, a mostra reúne exemplares da série de desenhos Metaesquemas, dos Relevos Espaciais e das instalações conhecidas por Penetráveis, mais pinturas, fotografias e filmes. Além de ocupar todo o 1º andar do Paço Imperial e os salões da Casa França-Brasil, as peças também estão exibidas em espaços ao ar livre, como a Praça XV, os jardins do Museu de Arte Moderna, a Praça do Lido, a Estação Central do Brasil e o Centro Cultural Cartola, na Mangueira. 

Na Caixa Cultural temos:
Keith Haring - até 28 de novembro


Best Buddies, de 1990 - Foto: Keith Haring Foundation

Artista pop considerado o sucessor de Andy Warhol (1928-1987) na cena underground nos anos 80, Keith Haring (1958-1990) é celebrado com uma retrospectiva no Rio. Na mostra Selected Works estão reunidas 94 gravuras inéditas no Brasil e obtidas em diferentes técnicas. Suas bem-humoradas obras de cores vibrantes e contornadas por grossas linhas costumavam retratar rechonchudas figuras humanas em situações prosaicas, como se comemorassem algo ou dançassem. Completam o acervo o vídeo Drawing the Line, dirigido por Elisabeth Albert, objetos pessoais como um par de tênis e um passaporte, além de exemplares de skates pintados por ele, fotografias e dois documentários.  Fonte: http://veja.abril.com.br

Bem temos uma viagem pela cultura árabe (adoro!) ... cultura brasileira (amo!) ... e cultura norte-americana (I love!). 
Muita expectativa pra chegar logo o final de semana.
Até ...





2 comentários:

  1. Que legal! Tem tempo que não vou ao Rio aproveitasr essaa delicias.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Não deixe de aproveitar estas exposições não ... pois nunca se sabe quando teremos outra oportunidade. Bjs

    ResponderExcluir

Os comentários serão respondidos todos aqui mesmo no Post... Obrigada pela sua participação!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin