segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Exposições no RJ - passeio cultural da semana

Pois é ...


Este é o meu recorte de exposições no "Rio" que valem muito a pena este mês. Tô indo esta semana conferir. Tá acontecendo muita coisa, mas tenho que escolher algumas ... não posso ir em todas.


Começando com o CCBB temos:
Exposição Islã - 12 de outubro a 26 de dezembro


Par de tamancos sírios do início do século XX: usado pelas mulheres no banho, para afastar os pés da água suja.


A mostra reúne cerca de 350 peças que contam 1400 anos da história das nações do mundo islâmico. 

Acervos do Museu Nacional de Damasco, Museu Alepo e Palácio Azem, todos da Síria. Do Irã, virão peças do Museu Nacional de Teerã e da Turquia, obras contemporâneas de artistas argelinos, egípcios, iranianos, palestinos, marroquinos, turcos e iraquianos.




No MNBA temos:
Coleção Brasiliana Itaú  - 17 de setembro a 21 de novembro de 2010


La Siesta, 1850
Rugendas

A mostra, realizada pelo Itaú Cultural, reúne mais de 300 itens ligados à história do Brasil e expõe, pela primeira vez, a obra Souvenir de Rio de Janeiro, de Debret, Rugendas, Barat e Araújo Porto Alegre. Este trabalho, considerado único na iconografia brasileira, é a mais recente aquisição do acervo do Itaú.


O MNBA recebe a exposição Coleção Brasiliana Itaú, com mais de 300 peças – entre pinturas, aquarelas, desenhos, gravuras, mapas e livros – ligadas à história do Brasil.  Fonte: http://www.nossadica.com


No Paço Imperial e Casa França Brasil temos:
Hélio Oiticica – Museu é o Mundo - 11 de setembro a 21 de novembro


NC1 - Pequeno núcleo nº 1, 1960
Resina sintética sobre madeira , 1,21 m2
Coleção César e Cláudio Oiticica, Rio de Janeiro
Foto: Edouard Fraipont / Imagem cedida pelo Itaú Cultural

Maior retrospectiva já realizada sobre a produção de Hélio Oiticica (1937-1980), exibindo cerca de 100 obras. Organizada pelos curadores Cesar Oiticica Filho e Fernando Cocchiarale, a mostra reúne exemplares da série de desenhos Metaesquemas, dos Relevos Espaciais e das instalações conhecidas por Penetráveis, mais pinturas, fotografias e filmes. Além de ocupar todo o 1º andar do Paço Imperial e os salões da Casa França-Brasil, as peças também estão exibidas em espaços ao ar livre, como a Praça XV, os jardins do Museu de Arte Moderna, a Praça do Lido, a Estação Central do Brasil e o Centro Cultural Cartola, na Mangueira. 

Na Caixa Cultural temos:
Keith Haring - até 28 de novembro


Best Buddies, de 1990 - Foto: Keith Haring Foundation

Artista pop considerado o sucessor de Andy Warhol (1928-1987) na cena underground nos anos 80, Keith Haring (1958-1990) é celebrado com uma retrospectiva no Rio. Na mostra Selected Works estão reunidas 94 gravuras inéditas no Brasil e obtidas em diferentes técnicas. Suas bem-humoradas obras de cores vibrantes e contornadas por grossas linhas costumavam retratar rechonchudas figuras humanas em situações prosaicas, como se comemorassem algo ou dançassem. Completam o acervo o vídeo Drawing the Line, dirigido por Elisabeth Albert, objetos pessoais como um par de tênis e um passaporte, além de exemplares de skates pintados por ele, fotografias e dois documentários.  Fonte: http://veja.abril.com.br

Bem temos uma viagem pela cultura árabe (adoro!) ... cultura brasileira (amo!) ... e cultura norte-americana (I love!). 
Muita expectativa pra chegar logo o final de semana.
Até ...





LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin